MCs das produções paulistas

Texto originalmente publicado na Revista de Dança


Não é de hoje que Julianne Daud e Fábio Oliveira tentam comprar os direitos de Master Class, que narra algumas aulas ministradas pela greco-americana Maria Callas (1923-1977) no início dos anos 70, na Julliard School, em Nova York. Master Class, Maria Callas ou MC, é um tema frequente e rotineiro na vida desta dupla que está à frente da Maestro Entretenimento – responsável por produções como o musical New York, New York e óperas como Don Pasquale, A Flauta Mágica e Joanna de Flandres. Além de atuar na produção, eles vêm aos palcos nesta temporada: ele como diretor musical e ela como uma das protagonistas desse espetáculo que teve estreia para convidados, quinta-feira, no Teatro das Artes, no Shopping Eldorado, em São Paulo, e pode ser visto pelo público até 22 de novembro.

Christiane Torloni faz Maria Callas

“Sempre sonhei em remontar este espetáculo que fiz há 19 anos. Sou apaixonada pelo texto e desde menina tenho uma paixão e admiração pela Maria Callas. Quando conheci o Fábio, dei o texto para ele ler e mostrei o DVD da montagem que eu havia participado, em 1996, com a Marília Pera no papel de MC e direção do Jorge Takla. Há pouco mais de três anos, resolvemos comprar os direitos. Foi uma negociação longa, de mais de um ano e agora deu certo”, conta Julianne.

Com texto do americano Terrence McNally, Master Class é um dos marcos da Broadway, com 598 apresentações em sua temporada de estreia em 1995. No roteiro, MC se mostra enérgica e repressora, ao mesmo tempo que encoraja os alunos a perseguirem os seus sonhos. Durante as suas aulas, deixa transparecer as angústias e os dissabores de sua própria vida e de seu relacionamento com o armador grego Aristóteles Onassis (1906-1975).

Torloni é quem dá vida ao personagem título. Ela é uma atriz que segura toda a cena do monólogo com a interpretação, com a voz, mas também com o corpo, quando se revela o trabalho de preparação de Vanessa Guillen.

Julianne conta que, “com os direitos comprados, precisávamos de uma excelente atriz para ser Maria Callas e de um bom diretor. Decidimos chamar a dupla Torloni-Possi, pessoas que já tinham uma conexão com o mundo da ópera, com a MC e já tinham feito vários trabalhos juntos”. Na dança, a dupla pode ser visto em Teu Corpo é Meu Texto, que a Revista de Dança publicou aqui, em 2012.


Fotos: Marcos Mesquita

Leandro Lacava e Christiane Torloni



A comédia-dramática – que recebeu o prêmio Desk Drama Awards de melhor espetáculo da Broadway, além de três prêmios Tony Awards – correu o mundo e ganhou versões em japonês, polonês, alemão, coreano, italiano, espanhol, grego e outras. Em 2011, uma nova produção encantou a Broadway e o cinema hollywoodiano prepara uma versão protagonizada pela atriz americana Meryl Streep. Esta é a segunda versão do musical para o público brasileiro que contou com meses de preparação do elenco.

Além de Julianne e Christiane, no cast estão Bianca Tadini (Evita, O Rei e Eu, West Side Story, New York New York o musical, O Fantasma da Opera), Leandro Lacava (Avenida Q, Meu Amigo Charlie Brown, Il Barbiere di Siviglia, La Cenerentola, Les Troyens), Thiago Rodrigues (A Madrinha Embriagada, O Mágico de Oz, A Família Addams, Mamma Mia), Thiago Soares (Operas L’Elisir d’Amore, Madama Butterfly, Don Giovanni) e Jayana Gomes Paiva (O Barbeiro de Sevilha, La Bohème, Carmen de G. Bizet).

“Tivemos um processo de ensaios muito intenso. O Possi me fez voltar no tempo. Em alguns ensaios, chorava muito por ter que arrancar as carcaças e os vícios que acumulei durante a vida ao cantar e atuar, em um deles cantei deitada no chão com a Torloni falando coisas sobre a personagem no meu ouvido e segurando minha cabeça”, conta Julianne, que interpreta Sharon Graham. “Ela é uma cantora jovem com uma voz poderosa que não tem noção de atuação. Maria Callas tenta arrancar a dramaticidade dela quando vê seu potencial vocal, mas o que ela quer mesmo é a verdade daquela garota que precisa cantar a ária Vieni t’affretta da ópera Macbeth de Giuseppe Verdi (1813-1901). É um desafio incrível”, completa.



Bianca Tadini faz uma das alunas



Julianne Daud como Sharon Graham e Christiane Torloni como MC











Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • LinkedIn - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

CONECTE-SE!