balangandança presente !

Grupo pioneiro em dança para público infantil faz espetáculos gratuitos este final de semana. Trupe ainda promove uma oficina

Dança para crianças. Nem sempre é fácil acharmos um grupo que possa olhar para os pequenos, pensando como eles entenderiam, ou vivenciariam esta arte. Criado em São Paulo, em 1997, pela diretora Georgia Lengos, o Balangandança é pioneiro em fazer dança contemporânea para o público infantil no Brasil e levou duas vezes o Prêmio da APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte).

Após cumprir uma temporada bem-sucedida em São Paulo, o espetáculo “Presente! feito da gente”, faz duas apresentações gratuitas em Ilhabela, no Espaço Cultural Pés no Chão, nos dias 24 e 25 de março, domingo, às 19h, e segunda, às 9h. Então se você estiver na praia, já coloque esse encontro na sua agenda

.

Foto: Gil Grossi Este oitavo espetáculo é uma aventura de movimentos-danças criado a partir de uma pesquisa feita ao longo de quatro anos, em diferentes comunidades no Estado de São Paulo, sobre a relação entre a natureza, o corpo e o imaginário infantil. Areia, galhos de árvores, sementes e folhas secas, elementos coletados nessa experiência, são disparadores das cenas. O lúdico é a base para composição coreográfica. “As imagens geradas pela dança despertam a criatividade no espectador, abrindo espaço ao vasto mundo do imaginário e do brincar. Não é preciso um brinquedo nem um colorido para seduzir a criança.

Os objetos cênicos de “Presente! feito da gente” relacionam-se a elementos da natureza e ao universo do simbólico. Não são recicláveis nem compráveis”, fala a diretora Georgia Lengos. A trilha sonora proposta pela direção fez-se juntamente com o processo de criação. Com a presença de uma sonoplastia que reforça a ambiência a partir dos sons da natureza, como do mar e do vento, tem composições de Ciro Godoy e Clara Gouvêa com instrumentos de percussão para fazer uma referência às pedras e com rabeca em alusão ao ato de desenhar na areia. Editada por Pipo Pegoraro e Georgia, evoca elementos de paisagens naturais e brincadeiras de criança. Na seleção: “Lajedo” (de Caio Padilha), “Pirulito que Bate-bate” e “Roseira” (de Ricardo Hertz), “Soprax” (de Coré Valente) e Chamego da Rabeca (de Aglaia Costa). O processo criativo contou com as provocações de Gandhy Piorski (artista, educador e pensador da infância) e Dafne Michellepis (bailarina e educadora). CRIAÇÃO – O espetáculo, que estreou em maio de 2018, no teatro Cacilda Becker, em São Paulo, é uma das ações do projeto “Presente! Vaivém do Tempo”, contemplado pelo 21º Programa de Fomento à Dança da cidade de São Paulo, em comemoração aos 20 anos da Balangandança Cia. de Dança. O trabalho foi criado a partir de pesquisa e convivência com crianças de diferentes contextos, atividade em sala de ensaio e provocações. O grupo brincou com caiçaras de Picinguaba, em Ubatuba; com indígenas da aldeia Guarani Krukutu, em Parelheiros, extremo sul da capital; e com crianças paulistanas na praia de Pitangueiras, no Guarujá. “Essa convivência ao longo de quatro anos nos possibilitou observar as relações das crianças com o corpo e com o espaço em um ambiente de natureza mais exuberante. A movimentação dos bailarinos contaminava o que acontecia com elas, e as brincadeiras que surgiam nos contaminavam. Dança e brincadeira aconteciam desse contato entre a companhia, as crianças e a natureza. As crianças não são fonte de imitação ou inspiração, mas é desse convívio com elas e com as suas comunidades que nasceu o espetáculo”, explica Georgia.

OFICINA –

E neste domingo – dia 24, de 11h às 12h30 – se você estiver em Ilhabela pode participar da oficina “Dos Pés à Cabeça”.

O grupo questiona: “O que de ar tem no seu corpo? Como você brinca e movimenta o ar? Com o mar? Não… Ar! Mas mar também pode ser. Muitos jeitos de ver, perceber e sentir a natureza acontecem no nosso corpo”. Essa oficina propõe jogos corporais e inclui movimentos inventados, que brinca com a relação corpo, natureza e imaginário. Através de exercícios de percepção, conexão, encontro e reverberação de objetos, evocação de memórias e troca de experiências individuais entre os participantes a oficina acontece de forma lúdica.

O corpo individual e coletivo, a natureza do corpo e o corpo na natureza, o brincar nas improvisações, criações e construções são conteúdos que tem como princípio a educação somática e a relação entre movimento e imaginação. “A ideia é termos um encontro e ter tempo e espaço para experimentar com o corpo e inventar movimentos. Daí nos ‘contaminaremos’ – uns aos outros – de nossos movimentos que viram brincadeiras (cinéticas e/ou/também imaginárias) e vice-versa. Como nossos corpos agem, reagem, movimentam, brincam, trocam e se alimentam dos elementos da natureza nos nossos imaginários/imaginação e movimentações”, explica Georgia Lengos.

BALANGANDANÇA – Consagrada no Brasil, a Balangandança há 22 anos inventa danças e um modo de corpo para crianças, que aposta no brincar, unindo conhecimentos sobre o movimento, a arte, a emoção. Acredita na sensibilidade e na comunicação direta com a criança. Pioneiro no Brasil, pesquisa e pensa uma dança que se multiplica em ações variadas que visam despertar e alimentar a dança, discutir sobre infância, corpo e movimentos. A pesquisa no cotidiano lúdico infantil, nas danças populares brasileiras e na investigação da relação entre composição coreográfica e improvisação, embasada nos princípios da educação somática e das técnicas de consciência corporal, fundamentam as práticas educacionais no ensino da dança desenvolvido. A companhia difunde seu trabalho em âmbito nacional por meio de apresentações de seu repertório, realização de oficinas para crianças e educadores, participação em mostras nacionais e internacionais, publicações e seminários. Desde 2010, realiza uma mesa de debates sobre dança chamada Forinho direcionada para crianças e educadores com renomados profissionais da área.

Texto origalmente publicado Por Só Dança em 8 de novembro de 2019

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • LinkedIn - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

CONECTE-SE!