Corpo de bailarino como manter a saúde e o fisico


Você sabe como manter a saúde e o físico de um corpo de bailarina? Bom, todos já devem saber que o ballet demanda algumas exigências físicas que são facilmente comparadas às dos atletas de elite. Alongamento, força muscular, equilíbrio corporal e condicionamento físico, por exemplo, são alguns requisitos indispensáveis para executar os movimentos de modo perfeito.

Além do treinamento técnico e físico, a composição corporal e o aspecto nutricional são aspectos que implicam um enorme desafio nas bailarinas. Quando se vê uma bailarina dançando, imagina-se um corpo bem delicado, suave e leve, não é verdade? Mas para conseguir um corpo bem distribuído, equilibrado e com a necessária leveza para a dança, dedicação e muitos cuidados são imprescindíveis. Neste texto, você vai entender quais são as maiores dificuldades para manter um corpo de bailarina e como se manter saudável para a dança. Continue acompanhando e confira! Boa leitura!

Quais são as maiores dificuldades para manter o corpo de bailarina? Os dançarinos podem encontrar algumas dificuldades para se manter no peso ideal, principalmente, pela rotina puxada de ensaios. O controle do peso tende a ser um desafio muito grande e um verdadeiro pesadelo para os bailarinos. Muitos procuram fazer dietas mágicas, não ingerindo a quantidade certa de nutrientes, por isso rendem bem menos nas apresentações e nos ensaios, afastando-se, assim, do seu pico de performance. Contar com o apoio de um bom nutricionista é essencial para que se consiga manter o peso ideal para a dança. Além disso, podem ser usadas também estratégias para a sensação psicológica de saciedade, um exemplo muito interessante é comer em um prato bem menor que o comum.

Com as estratégias mentais corretas e com o acompanhamento especializado, o peso é controlado, sem prejudicar a performance e a saúde do profissional. As dificuldades que uma bailarina enfrenta são bastante variadas e se diversificam de pessoa para pessoa. A ansiedade, por exemplo, pode ser um empecilho muito grande, uma vez que ela afeta negativamente inúmeras áreas que são relevantes para a dança, como a concentração, a motivação, a autoconfiança e muitas outras. Por esse motivo, ela é um dos fatores que mais podem prejudicar o sucesso desse profissional. Ela gera preocupação, rigidez muscular, nervosismo, pensamentos negativos, tremor que prejudica muito o equilíbrio, respiração inadequada e muitos outros sintomas tanto mentais quanto físicos. É fundamental que a ansiedade seja controlada para que se possa alcançar um rendimento melhor, pois, mesmo que a bailarina esteja tecnicamente bem, a ansiedade pode fazê-la fracassar.

Por que é importante se preocupar com a saúde?

É crucial que os bailarinos se preocupem com a saúde para manter sempre uma rotina adequada e evitar, assim, maiores lesões, distúrbios alimentares e desgastes. Esse dançarino deve saber como lidar com o seu corpo, afinal, é o seu instrumento de trabalho. Caso ele não se preocupe com a saúde, certamente vai enfrentar sérias complicações. O cuidado com o corpo e com a saúde é fundamental no mundo da dança, especialmente em determinadas modalidades. Algumas questões como o corpo alongado e tonificado e o peso acabam ocupando o discurso e a mente dos bailarinos. A alimentação também tende a ser um fator muito relevante. Em muitos casos, os próprios professores

No entanto, quando o dançarino não procura ajuda e tenta cuidar de tudo sozinho, podem surgir problemas. Normalmente são problemas ligados à busca pelo controle que a pessoa acredita não ter. E a principal maneira de conseguir esse controle novamente é a partir de comportamentos compensatórios e de uma alimentação restritiva.

Lembrando, ainda, que uma orientação inadequada pode acabar aumentando as chances de desenvolver alterações hormonais, lesões nos músculos e vários danos à saúde. A medicina do esporte e uma correta orientação de fisioterapeutas, nutricionistas, educadores físicos e psicólogos têm a função de prevenir e de tratar lesões, além de identificar fatores e hábitos que podem causar doenças e otimizar o treinamento e performance.

Texto originalmente piblicado Por Só Dança em 20 de dezembro de 2019

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • LinkedIn - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

CONECTE-SE!